6371 Compartilhamentos 91828 Views 6 Comments

OneDrive, Dropbox ou Google Drive: Qual serviço de armazenamento em nuvem é o ideal para você?

19 de fevereiro de 2014

A Microsoft deu ao seu serviço de armazenamento em nuvem uma reforma hoje, substituindo o SkyDrive pelo novíssimo OneDrive. Depois de uma batalha legal, a empresa teve que mudar seu nome e aproveitou a oportunidade para adicionar alguns novos recursos para sua opção de nuvem.

Embora o OneDrive não tenha mudado tanto, estamos usando a oportunidade para mostrar as diferenças e oferecer um guia sobre as outras opções de armazenamento em nuvem populares. Se você está infeliz com o seu serviço de nuvem atual, ou nunca se interessou em manter seus arquivos armazenados assim, esse guia deve ajudá-lo a se familiarizar com os principais (e alguns menores) que estão disponíveis por aí. Olha só:

 tabela-nuvem

OneDrive

O primeiro é o OneDrive, opção de armazenamento da Microsoft. Aqueles que usam o Windows 8 e 8.1 já têm o serviço embutido em seu sistema operacional, onde ele aparece no gerenciador de arquivos ao lado de todos os arquivos no disco rígido do seu computador. No entanto, qualquer pessoa pode usá-lo na web, fazendo o download de um aplicativo desktop para Mac e versões anteriores do Windows, ou pelos apps do OneDrive para Android, iOS, Windows Phone e Xbox.

Você pode armazenar qualquer tipo de arquivo no serviço, incluindo fotos, vídeos e documentos e depois acessá-los de qualquer um dos seus PCs ou dispositivos móveis.

OneDrive-First-Run-Experience

O foco da Microsoft é fazer do OneDrive o lugar onde você irá armazena suas fotos, por isso a empresa está trabalhando em uma tecnologia que usará categorias para organizar suas imagens de acordo com a importância e significado delas. Por exemplo, se você tirar uma foto de seus filhos, de uma refeição especial ou até mesmo do lugar que você estacionou seu carro, o OneDrive seria capaz de entender a importância de cada imagem, salvar aquelas que acha que são as mais úteis e apagar o restante.

Onde se destaca

O OneDrive é o mais indicado para quem usa Windows e o Office: Ele funciona perfeitamente com dispositivos Windows porque foi criado especialmente para o sistema operacional, que rodam em PCs, tablets e Windows Phone. Além disso, é fácil de abrir e editar arquivos em outras aplicações da Microsoft, como o Word ou o aplicativo Photos, já que o serviço está intimamente ligado ao Office.

Ele também está com um armazenamento gratuito maior agora: A Microsoft recentemente anunciou que usuários estarão passando de 7 GB de espaço para 15 GB sem pagar um centavo. Para aproveitar todo o espaço, a empresa também anunciou que o serviço agora suporta o upload de arquivos de até 10GB.

Onde se perde

Se você não tem diversos dispositivos Windows, o OneDrive não tem tanto apelo. Existem aplicativos para outros dispositivos, mas assim que você os usa, fica claro que ele realmente é voltado para Windows.

Melhor para: Se você tem um PC com Windows, tablet e telefone, e precisa acessar seus arquivos a partir de qualquer dispositivo com pouco esforço, o OneDrive pode ser seu escolhido.

Vale a pena lembrar que a Microsoft tem um código de conduta mais rígido para os arquivos que você envia do que qualquer outro serviço de nuvem. Você não pode armazenar qualquer arquivo que represente nudez, expresse pornografia ou racismo. É difícil dizer o quão vigorosamente a Microsoft impõe essas restrições, mas eles não deixam de ser parte dos Termos de Serviço.

Dropbox

Dropbox é um dos favoritos no mundo do armazenamento em nuvem, principalmente porque é confiável, fácil de usar e de configurar. Seus arquivos vivem na nuvem e você pode acessá-los a qualquer momento no site do Dropbox, em aplicativos de desktop para Mac, Windows e Linux, ou nos apps móveis do iOS, Android, BlackBerry e até no Kindle.

Você pode armazenar qualquer tipo de arquivo no Dropbox e o serviço automaticamente sincroniza seus arquivos em todos os dispositivos, assim você pode acessar tudo, em todos os lugares . Não há limite de tamanho para os arquivos que você enviar para o Dropbox, mas os arquivos maiores podem levar várias horas para carregar, dependendo da velocidade de sua conexão.

Recentemente, O Dropbox anunciou ainda que sua opção Pro ganhou algumas atualizações e novidades:  Agora, o serviço saiu de três estruturas de preços para o único valor de US $ 9,99 por mês com 1 TB de armazenamento.

Dropbox_Deskptop_021814_023839_PM

O Dropbox oferece aos seus usuários diversas opções para obter armazenamento extra e reforçar os pequenos 2GB que você começa quando se inscreve: Se você participar do rápido tutorial de introdução, ganha 250MB. Ative o recurso de upload automático de fotos em qualquer um dos aplicativos móveis para obter mais 3GB e ganhe ainda mais 500MB para cada amigo que indicar e se inscrever no serviço.

Onde se destaca

A maior força do Dropbox é que ele funciona igualmente bem em PCs e Macs, Android e iOS. O serviço é tão simples e com um design elegante, que é fácil para qualquer um dominá-lo.

A empresa recentemente anunciou também que está aceitando autenticação via USB, o que melhora muito a segurança para os usuários.

Onde se perde

O projeto do site do Dropbox é um dos mais fracos dos serviços de armazenamento em nuvem. Ele é simples e limpo, mas você não pode controlar a forma como os arquivos são exibidos.

Melhor para: Compartilhamento simples quando você usa diferentes tipos de dispositivos.

Google Drive

O que começou como apenas um punhado de ferramentas online úteis no estilo do Office chamado Google Docs, se transformou no Google Drive, um pacote completo de armazenamento em nuvem. Você ganha um pouco de tudo com este serviço, incluindo um processador de texto, folha de cálculo e até um construtor de apresentações.

Se você tiver uma conta do Google, já pode acessar o Google Drive. Tudo o que tem que fazer é ir no seu Gmail e clicar no Drive. Pronto! Agora você tem 15GB de armazenamento para qualquer coisa que enviar, incluindo fotos, vídeos, documentos, arquivos do Photoshop e muito mais. No entanto, você tem que compartilhar esses 15GB com sua conta do Gmail e as fotos que enviar para o Google+.

screenshots_0000_consumer

Enquanto você pode acessar qualquer um dos seus arquivos a partir do site do Drive, você também pode baixar o aplicativo de desktop para Mac e PC para gerenciar seus arquivos do computador. Você pode organizar todos os seus arquivos no aplicativo desktop que eles vão sincronizar com a nuvem para que você possa acessá-los em qualquer lugar.

Onde se destaca

O Google Drive requer muito pouco de configuração se você já tiver uma conta do Google. Além do mais, se você usa o Gmail, é fácil salvar anexos de emails diretamente para o Drive com apenas alguns cliques.

Onde se perde

Enquanto você pode organizar seus arquivos e fotos no Google Drive, não há nenhuma maneira de fazer upload de fotos automaticamente a partir do seu telefone diretamente para o serviço. Em vez disso, o Google tem um recurso de backup automático nos aplicativos móveis do Google+ , que envia as fotos para o seu perfil no Google+.

Melhor para: Quem prefere unir email, rede social e armazenamento em um só lugar, ou qualquer pessoa que queira algumas ferramentas estilo Office com o seu armazenamento em nuvem.

Opções menos conhecidas

Claro, OneDrive, Dropbox e Google Drive não são suas únicas opções para armazenamento em nuvem. Existe ainda outros, como o Amazon Cloud Drive, que armazena vídeos e fotos tiradas com o iOS e Android, e o SugarSync, uma alternativa parecida com o Dropbox com aplicativos para cada plataforma móvel. O problema dele é que após o seu teste gratuito de 90 dias, é preciso pagar US$ 7,50 por mês para continuar utilizando o serviço.

OneDrive | Dropbox | Google Drive 

Este artigo foi atualizado no dia 15/09/2014

Carregando...

Você pode se interessar

Seus dados vazaram. E agora?
Artigos
9 visualizações
Artigos
9 visualizações

Seus dados vazaram. E agora?

Carlos L. A. da Silva - 19 de fevereiro de 2021

Seus dados pessoais foram vazados e essa é uma verdade praticamente inevitável. A meta agora é minimizar os possíveis danos e cobrar autoridades.

Entendendo o elemento time em HTML 5
Artigos
14 visualizações
Artigos
14 visualizações

Entendendo o elemento time em HTML 5

Carlos L. A. da Silva - 5 de fevereiro de 2021

O tempo não para, já dizia a canção. E o tempo também faz parte de um conjunto de tags HTML que podem ser muito úteis no seu projeto.

Como cortar texto sem usar uma linha de script
Dicas
20 visualizações
Dicas
20 visualizações

Como cortar texto sem usar uma linha de script

Carlos L. A. da Silva - 11 de janeiro de 2021

Conheça o poder da propriedade text-overflow no CSS e nunca mais edite strings no braço.

6 Responses

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Como começar a programar
Artigos
27 visualizações
27 visualizações

Como começar a programar

Carlos L. A. da Silva - 7 de janeiro de 2021
Como cancelar qualquer conta online para sempre
Dicas
29 visualizações
29 visualizações

Como cancelar qualquer conta online para sempre

Carlos L. A. da Silva - 30 de dezembro de 2020
Retrospectiva (positiva) de 2020
Artigos
32 visualizações
32 visualizações

Retrospectiva (positiva) de 2020

Carlos L. A. da Silva - 29 de dezembro de 2020
O que seria internet quântica?
Artigos
31 visualizações
31 visualizações

O que seria internet quântica?

Carlos L. A. da Silva - 23 de dezembro de 2020