0 Compartilhamentos 259 Views 1 Comments

WordPress: como exibir posts relacionados sem utilizar plugins

29 de setembro de 2015

O WordPress pode ser melhorado e também ganhar novos recursos não apenas através da utilização de plugins. Plugins, como sabemos, podem trazer sérias dores de cabeça a administradores e webmasters, algumas vezes, dependendo de como foram desenvolvidos, do ambiente no qual o CMS se encontra instalado, etc.

É bem comum ouvirmos histórias a respeito de sites que foram “derrubados” simplesmente devido à exaustão dos recursos do servidor, e tais problemas muitas vezes são causados por plugins.

Você pode inclusive dar uma olhada neste artigo e descobrir uma ótima maneira de avaliar quais plugins em seu WordPress são os mais problemáticos, qual é o impacto de cada um deles, etc.

WordPress

Bem, você também já deve ter ouvido falar em plugins que exibem posts relacionados em cada post no WordPress. Plugins que exibem uma lista de posts que têm algo a ver com o conteúdo em questão.

Trata-se de uma ótima maneira de manter o visitante por mais tempo no site, além de permitir que visitantes que tenham vindo através dos motores de busca acabem conhecendo mais a respeito do seu trabalho, do seu conteúdo, e acabem, quem sabe, voltando com frequência e até mesmo se inscrevendo para receber suas atualizações (via newsletters, por exempl0).

Posts relacionados também podem contribuir para reduzir sua taxa de rejeição. Além disso, melhorar a “linkagem” interna nunca é demais.

Pois bem, é possível exibir uma lista simples com posts relacionados em seu blog WordPress sem utilizar plugin algum: basta utilizar o código PHP abaixo.

Obs: antes de qualquer coisa, não se esqueça de fazer um backup completo do seu WordPress. Dê uma lida nos artigos abaixo, os quais contam com diversas informações a respeito:

Como deixar o WordPress seguro

Backup e Restore no MySQL utilizando MySQLDump

Compactando e enviando arquivos e backups para servidores Linux remotos

Para uma segurança ainda maior e, obviamente, para facilitar o processo de restauração caso algo dê errado, baixe o arquivo que será modificado através deste tutorial (single.php) para o seu computador. Em caso de problemas e/ou caso seja necessário desfazer as alterações, basta enviar esta cópia de volta para o servidor, sobrepondo o que aí se encontra (e que foi modificado).

Baixando o arquivo

1) Iremos inserir um código customizado em um arquivo do WordPress chamado “single.php”. Cada tema no WordPress conta com seu próprio “single.php”, portanto, verifique qual é o tema ativo no momento (na dashboard do WP, em “Aparência ==> Temas” – ou “Appearance ==> Themes”).

Baixe o arquivo “single.php” do tema que está ativo no momento para seu computador. Você irá encontra-lo, por exemplo, dentro da pasta do WordPress, no seguinte caminho:

“/WordPress/wp-content/themes/nome_do_tema”

Onde “WordPress” é a pasta principal do CMS e “nome_do_tema” é o diretório do tema em uso. Por exemplo:

“/public_html/wp-content/themes/twentyfifteen”

Obs: para baixar e reenviar o arquivo, você também pode utilizar FTP. Utilize o ótimo cliente FileZilla, por exemplo, ou então esta prática extensão para o navegador Mozilla Firefox.

Editando o arquivo

2) Abra o arquivo “single.php” com um editor de textos qualquer (recomendamos o excelente PSPad, mas pode ser o Bloco de Notas do Windows, também);

3) Copie o código abaixo e cole-o no arquivo “single.php”, no local onde deseja que a informação e os links para os posts relacionados sejam exibidos:

4) Salve o arquivo “single.php” e reenvie-o para o servidor, substituindo o que lá se encontra.

Pronto! A partir de agora, posts relacionados serão exibidos em cada um de seus posts no WordPress, ao final da página. O CMS selecionará automaticamente os posts para esta lista, com base nas tags utilizadas.

Esta é uma solução simples, vale lembrar. Algo sem muitas “firulas”, e o resultado será bem parecido com o da imagem abaixo:

WordPress - Posts relacionados

Customizações adicionais no código

Você pode também customizar o código, da maneira que bem entender. Por exemplo, altere a quantidade de posts relacionados que deseja exibir, editando a linha abaixo:

Substitua o número “5”, caso desejar, pela quantidade de sua preferência.

O título também pode ser editado à vontade. Basta que você altere o trecho entre as tags <h3> e </h3>, na seguinte linha:

Ou seja, altere “Posts relacionados” conforme desejar, lembrando que tal alteração não é obrigatória, é claro.

Da mesma maneira, você pode alterar o atributo “title” dos links, caso desejar:

E assim por diante. Você também pode, obviamente, utilizar o atributo “target” para que cada link levando a um post relacionado seja aberto em uma nova janela. Veja:

Repare na adição: target=”_blank”.

E assim por diante. Simples e prático, não? Até a próxima!

Você pode se interessar

Como enlouquecer os rastreadores de internet
Dicas
7 visualizações
Dicas
7 visualizações

Como enlouquecer os rastreadores de internet

Carlos L. A. da Silva - 18 de setembro de 2019

Track This é um experimento criado pelo time do Firefox que vai alterar completamente o perfil que os anunciantes tem de você.

A história de Amazônia, o primeiro jogo brasileiro!
Artigos
8 visualizações
Artigos
8 visualizações

A história de Amazônia, o primeiro jogo brasileiro!

Carlos L. A. da Silva - 17 de setembro de 2019

Como um programador iniciante criou um adventure clássico que atravessou décadas.

VIM (Amado ou Odiado?) // Dicionário do Programador
Vídeos
6 visualizações
Vídeos
6 visualizações

VIM (Amado ou Odiado?) // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 16 de setembro de 2019

Uma poderosa ferramenta, que dispensa apresentações, e vem sendo utilizada por muitas gerações de programadores.

Mais publicações

Promoções de Jogos do Final de Semana (13/09)
Notícias
10 visualizações
10 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (13/09)

Carlos L. A. da Silva - 13 de setembro de 2019
Como usar os novos atributos de link do Google
Dicas
11 visualizações
11 visualizações

Como usar os novos atributos de link do Google

Carlos L. A. da Silva - 11 de setembro de 2019