0 Compartilhamentos 55 Views

Como utilizar melhor o Ponto de Restauração do Windows 10

29 de janeiro de 2019

Por mais que tomemos cuidado com o que instalamos e com as atualizações de programas e drivers, imprevistos acontecem e pode chegar aquela hora em que o Windows trava. Felizmente, a Microsoft implementou já tem um tempo um recurso que pode ser a tábua de salvação em muitos casos.

O Ponto de Restauração funciona como uma espécie de save game do sistema operacional, guardando as configurações e alguns arquivos de um determinado momento do passado e permitindo que você volte o seu Windows para aquele ponto anterior quando não havia problemas.

A maioria das pessoas só lembra que o Ponto de Restauração existe quando ocorre uma falha crítica no Windows 10 e o próprio sistema avisa que essa pode ser uma saída. Por conta disso, a Microsoft implementou uma rotina de salvamento automática. Pontos de Restauração novos são criados sempre antes de uma atualização importante no sistema operacional, até por que a atualização pode gerar conflitos em determinadas configurações. É a máxima “é melhor prevenir do que remediar”.

Entretanto, a ferramenta pode não atender às necessidades de todos os usuários. De que adianta o último Ponto de Restauração ser do mês passado quando você precisar recuperar o que perdeu ontem? Se você tem esse tipo de preocupação é bom se preparar para criar Pontos de Restauração manualmente ou, pelo menos, mudar a frequência da criação automática.

Criando Pontos de Restauração Manualmente no Windows 10

Para acessar o recurso, você pode digitar “ponto de restauração” na pesquisa do Windows ou ir em Painel de Controle | Sistema | Configurações avançadas do sistema e navegar até a aba Proteção do Sistema. Na tela, escolha a opção Criar para criar manualmente um novo Ponto de Restauração:

Escolha o nome mais adequado (data e hora são adicionados automaticamente ao Ponto de Restauração). Após alguns minutos, você terá um Ponto de Restauração manual, que pode ser muito prático antes de mudanças severas no computador, como instalações de frameworks, suítes de programas, atualizações de drivers e outros cenários.

Você também pode gerenciar os Pontos de Restauração já criados através da opção Configurar:

Perceba que, dependendo do espaço alocado para a função, o Windows 10 pode excluir automaticamente Pontos de Restauração mais antigos, incluindo aqueles que você criou.

Como Mudar a Frequência de Criação de Pontos de Restauração no Windows 10

Para ajustar a frequência de criação automática de Pontos de Restauração do Windows 10, é necessário utilizar o Agendador de Tarefas do sistema.

No painel lateral da ferramenta navegue até Biblioteca do Agendador de Tarefa | Microsoft | Windows | SystemRestore.

Clique em SR na coluna do meio para programar a criação de Pontos de Restauração. Se essa é a sua primeira vez agendando uma tarefa, fique tranquilo: é menos complicado do que parece. Na aba Disparadores, você irá selecionar quando a Tarefa será executada e é possível, por exemplo, criar um novo disparador que seja executado semanalmente, diariamente, mensalmente ou por eventos. Se desejar, faça configurações adicionais na aba Condições.

É importante frisar que o Agendador de Tarefas só irá ativar se estiver funcionando de fundo no Windows 10.

Lembrando mais uma vez que, dependendo do espaço alocado para a função, o Windows 10 vai excluir automaticamente Pontos de Restauração mais antigos, incluindo aqueles que foram agendados e criados no passado.

Você pode se interessar

Como baixar o novo Windows Terminal
Dicas
8 visualizações
Dicas
8 visualizações

Como baixar o novo Windows Terminal

Carlos L. A. da Silva - 26 de junho de 2019

Ferramenta foi turbinada e já está disponível em versão de prévia para usuários do window

Libra: o que sabemos sobre a criptomoeda do Facebook
Artigos
6 visualizações
Artigos
6 visualizações

Libra: o que sabemos sobre a criptomoeda do Facebook

Carlos L. A. da Silva - 25 de junho de 2019

O anúncio oficial do Libra promete um futuro surpreendente para a maior rede social do mundo.

WebAssembly // Dicionário do Programador
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,807 visualizações
Vídeos
1,655 compartilhamentos6,807 visualizações

WebAssembly // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 24 de junho de 2019

Quer descobrir o que está por trás dessa tecnologia que já chega achando que pode sentar na janela do desenvolvimento web? Assista esse episódio e descubra!

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

Promoções de Jogos do Final de Semana (21/06)
Notícias
8 visualizações
8 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (21/06)

Carlos L. A. da Silva - 21 de junho de 2019
Histórias do Hotmail
Artigos
9 visualizações
9 visualizações

Histórias do Hotmail

Carlos L. A. da Silva - 21 de junho de 2019
Top 5 linguagens de programação para IA e Machine Learning
Vídeos
7 visualizações
7 visualizações

Top 5 linguagens de programação para IA e Machine Learning

Thais Cardoso de Mello - 20 de junho de 2019
8 jogos que foram cancelados para surgirem jogos diferentes
Artigos
7 visualizações
7 visualizações

8 jogos que foram cancelados para surgirem jogos diferentes

Carlos L. A. da Silva - 17 de junho de 2019