0 Compartilhamentos 3546 Views 1 Comments

Adminer: um gerenciador de bancos de dados SQL em um único arquivo PHP

8 de novembro de 2016

No mundo da tecnologia em geral, da administração de servidores, do desenvolvimento, é sempre muito bom contar com alternativas. Com muitas opções, diga-se de passagem.

Usuários diferentes podem se adaptar melhor a esta ou àquela interface, a uma ou a outra ferramenta ou tecnologia, a um ou outro software. De repente, um software adorado pela grande maioria dos desenvolvedores não caiu no seu gosto, e vice-versa.

Pode ser assim no que diz respeito aos gerenciadores MySQL, por exemplo. Pode ser que você de repente não se adapte ao MySQL-Front, ou então ao “Chrome MySQL Admin“. Pode acontecer também de você de repente não gostar do famoso phpMyAdmin: a escolha é sua.

E aqui vai mais uma opção: o Adminer. Trata-se de uma alternativa gratuita (na verdade, opensource), que pode ser instalada em seu próprio servidor, em sua própria conta de hospedagem. Pense também no Adminer como uma alternativa ao phpMyAdmin.

O Adminer tem como um de seus grandes diferenciais a simplicidade, a qual já começa em sua instalação: ele consiste em 01 (um) único arquivo PHP, o qual deve ser enviado para seu servidor/conta (via FTP, por exemplo). Simples assim.

Adminer

Instalação do Adminer

O arquivo deve ser baixado, devidamente renomeado (para “adminer.php” – sem aspas) e então enviado para uma pasta qualquer em seu servidor. Por segurança e também para maior organização, crie uma nova pasta, e proteja-a com senha (através de um .htaccess, por exemplo – assim você evita uso/utilização indevidos).

Obs: para proteger diretórios com senha, confira este artigo (dica 09). Vale também a pena lembrar que muitos painéis de controle atuais oferecem o recurso de maneira visual – verifique com sua empresa de hospedagem, em caso de dúvidas.

Usando o Adminer

O Adminer é simples, prático, rápido. Sucinto, bastante direto ao ponto, mesmo. Você irá enviá-lo para uma pasta qualquer em seu site, a qual deve ser perfeitamente acessível via web (por exemplo, a pasta public_html), de maneira tal que você consiga acessar a ferramenta através de um navegador.

Exemplos:

www.seusite.tld/gerenciamento/adminer.php

www.codigofonte.com.br/gerenciamento/adminer.php

Ao acessar a URL do Adminer, será solicitado que você informe os seguintes dados, relativos ao banco de dados que será administrado:

  • Sistema;
  • Servidor;
  • Usuário (do banco de dados);
  • Senha (do banco de dados);
  • Base de dados (nome do banco);

O Adminer trabalha com bancos de dados MySQL, PostgreSQL, SQLite, MS SQL, Oracle e SimpleDB, dentre outros. Ele também se encontra traduzido em mais de 30 (trinta) idiomas diferentes, incluindo o português do Brasil.

Seus recursos são inúmeros. Ele permite a execução rápida de queries SQL, e também permite a exportação de dados, para práticos e fáceis backups. Diversos temas também estão disponíveis, vale lembrar, e todos são facilmente instaláveis: baixe os arquivos CSS disponíveis na seção “Alternative designs” do site da ferramenta, renomeie-os para “adminer.css” (sem aspas) e envie-os para a mesma pasta onde se encontra o arquivo “adminer.php”: pronto, o tema foi instalado com sucesso – basta recarregar a página para conferir as alterações.

Obs: lembre-se de que o tema em uso deve sempre se chamar “adminer.css” – vá renomeando conforme a necessidade, conforme você desejar utilizar temas novos. Você também pode apagar arquivos de temas “anteriores”, que não mais deseja utilizar, e utilizar sempre um “adminer.css” novo, “limpo”.

O Adminer permite alterações nas bases de dados e também nos esquemas, além de proporcionar uma interface bastante prática para a execução dos comandos SQL, conforme já mencionamos acima.

Dados podem ser exportados sem problemas, novas tabelas podem ser criadas, e também é possível realizar a importação de arquivos .SQL, de forma rápida e prática.

As estruturas das tabelas também podem ser modificadas através da prática ferramenta, a qual possibilita inclusive a inserção de novos registros e a visualização das estruturas e dos registros.

Para baixar o Adminer, utilize o botão abaixo e baixe, na seção “Downloads”, a versão mais atual (Adminer 4.2.5). Trata-se do arquivo “adminer-4.2.5.php”: renomeie-o e envie-o para seu servidor, conforme explicado acima.

Clique para baixar o Adminer

Carregando...

Você pode se interessar

Rust é o futuro da infraestrutura JavaScript
Artigos
50 visualizações
Artigos
50 visualizações

Rust é o futuro da infraestrutura JavaScript

Carlos L. A. da Silva - 6 de dezembro de 2021

Lee Robinson explica como e por que o Rust está penetrando em cenários antes dominados pelo JavaScript.

Influenciadores digitais que não existem
Artigos
112 visualizações
Artigos
112 visualizações

Influenciadores digitais que não existem

Carlos L. A. da Silva - 2 de dezembro de 2021

Na era da pós-verdade, influenciadores que não são reais estão ganhando espaço para uma multidão que quer ser influenciada

Pais criam aplicativo de código aberto melhor que o da escola, mas a polícia é acionada
Artigos
252 visualizações
Artigos
252 visualizações

Pais criam aplicativo de código aberto melhor que o da escola, mas a polícia é acionada

Carlos L. A. da Silva - 23 de novembro de 2021

Aplicativo oficial do sistema educacional da capital Suécia era ruim demais, mas a lei é a lei...

One Response

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

10 recursos HTML5 úteis que você pode não estar usando
Artigos
497 visualizações
497 visualizações

10 recursos HTML5 úteis que você pode não estar usando

Carlos L. A. da Silva - 6 de novembro de 2021
O Metaverso está vindo?
Artigos
560 visualizações
560 visualizações

O Metaverso está vindo?

Carlos L. A. da Silva - 1 de novembro de 2021
Por que eu decidi não migrar para o Windows 11 agora
Artigos
662 visualizações
662 visualizações

Por que eu decidi não migrar para o Windows 11 agora

Carlos L. A. da Silva - 19 de outubro de 2021