0 Compartilhamentos 134 Views

Confira os principais anúncios da Microsoft Connect(); 2015

18 de novembro de 2015

A Microsoft transmitiu hoje a partir das 13:30h (horário de Brasília) a edição 2015 da conferência Connect();, focada em desenvolvedores.

A empresa revelou uma avalanche de novidades e cumpriu a promessa do ano passado, de que iria palestrar também para desenvolvedores de plataformas ditas rivais, como Android, iOS e Linux.

Para Mitra Azizirad, gerente geral para plataformas de desenvolvimento e vendas, a visão da Microsoft agora é alcançar “qualquer desenvolvedor, de qualquer aplicação, em qualquer plataforma”. Esse posicionamento já começou a render frutos e o Visual Studio 2015 se tornou a versão da suíte de desenvolvimentos de crescimento mais rápido da História da Microsoft. Dese Julho, a IDE ultrapassou a marca de 5 milhões de downloads.

Para ampliar ainda mais esse alcance, foi anunciado que o Visual Studio Code, uma versão para a web do ambiente Visual Studio com editor de código e armazenamento na nuvem saiu da versão prévia e entrou em Beta. A Microsoft surpreendeu a audiência ao revelar que a ferramenta está com o código-aberto e qualquer um pode ter acesso no GitHub e contribuir para a comunidade.

Novas funcionalidades já foram adicionadas ao Visual Studio Code, como suporte a extensões (com 60 delas já disponibilizadas pela Microsoft), novos exemplos, guias e ferramentas.

visual-studio-code

A Microsoft surpreenderia novamente com o lançamento do Visual Studio Dev Essentials, um programa gratuito que pretende oferecer “tudo que os desenvolvedores precisam para criar aplicações em qualquer dispositivo ou sistema operacional, usando a tecnologia de sua escolha”. É uma nova Microsoft saindo da antiga concepção de que suas ferramentas deveriam alavancar somente sua própria plataforma.

Azizirad exaltou as vantagens do Visual Studio Dev Essentials: “não importa onde você trabalhe, não importa onde você está em sua carreira, não importa que tipo de desenvolvedor você é, aqui você tem um ponto de partida com a Microsoft oferecendo tudo que você precisa”.

A nova ferramenta inclui Visual Studio Community, Visual Studio Code, Visual Studio Team Services, suporte prioritário nos fóruns, Parallels Desktop for Mac, créditos mensais no Azure e serviços de treinamento de parceiros, comoPluralsight, Wintellect e Xamarin.

Apesar de cortejar desenvolvedores de outras plataformas, a Microsoft não se esqueceu de suas próprias tecnologias e anunciou também que release candidates do .NET Core 5 e ASP.NET 5 já se encontram disponíveis para Windows, OS X e Linux. De acordo com a empresa, os desenvolvedores já podem começar a utilizá-los em seus ambientes de produção.

A forma do Visual Studio se relacionar com a nuvem vai mudar. A partir de agora haverá opções de assinatura mensais e anuais, com o objetivo de atingir equipes de desenvolvimento que não necessitam da funcionalidade em tempo integral, apenas em determinados períodos. Essas assinaturas irão incluir o IDE, o Visual Studio Online (agora renomeado para Visual Studio Team Services) e uma licença de acesso de cliente para um Team Foundation Server. Quem preferir a assinatura anual terá os mesmos benefícios incluídos através das assinaturas do MSDN.

marketplace

Para vender o sistema de assinaturas e encontrar extensões para a plataforma, a Microsoft criou o Visual Studio Marketplace. O portal não terá apenas produtos oficiais da empresa, mas também funcionará como um mercado para parceiros comercializarem suas extensões em um futuro próximo.

O Azure também ganhou novidades. O serviço Azure Service Fabric está agora disponível em prévia pública e inclui suporte para desenvolvimento .NET em servidores Windows (com suporte a servidores Linux chegando em 2016). O Azure Dev/Test Labs também foi disponibilizado em versão prévia, assim como o Azure SDK 2.8.

As novidades do Azure não param por aí e a Microsoft também revelou durante a conferência o Microsoft Graph, uma nova forma para os desenvolvedores realizarem chamadas para as APIs de seus produtos, como o próprio Azure e o Office 365.

Você pode se interessar

Como colocar seu jogo no Steam
Dicas
3 visualizações
Dicas
3 visualizações

Como colocar seu jogo no Steam

Carlos L. A. da Silva - 24 de julho de 2019

Vender seu jogo de computador na maior loja virtual do mundo é mais fácil do que você imagina.

De volta aos anos 80!
Artigos
4 visualizações
Artigos
4 visualizações

De volta aos anos 80!

Carlos L. A. da Silva - 22 de julho de 2019

Stranger Things puxou a nostalgia e a Microsoft entrou na brincadeira. Mas como era a tecnologia da informação naquela época?

Promoções de Jogos do Final de Semana (19/07)
Notícias
23 visualizações
Notícias
23 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (19/07)

Carlos L. A. da Silva - 19 de julho de 2019

Confira as melhores ofertas de jogos de PC para o final de semana.

Mais publicações

Como ativar o DNS-over-HTTPS (DoH) no Firefox
Dicas
15 visualizações
15 visualizações

Como ativar o DNS-over-HTTPS (DoH) no Firefox

Carlos L. A. da Silva - 18 de julho de 2019
SEO // Dicionário do Programador
Vídeos
18 visualizações
18 visualizações

SEO // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 15 de julho de 2019
Promoções de Jogos do Final de Semana (12/07)
Notícias
19 visualizações
19 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (12/07)

Carlos L. A. da Silva - 12 de julho de 2019