0 Compartilhamentos 165 Views

Confira tudo que rolou na WWDC 2017 – Parte II

A Apple não se limitou a apresentar novidades digitais na abertura do seu evento anual WWDC 2017: a empresa trouxe na mochila novos hardwares que irão impactar o mercado também.

Além de novas versões de seus principais sistemas operacionais ou melhorias em Siri e na App Store, a gigante também apresentou o iMac Pro, o novo iPad Pro e mais um integrante de sua família de hardware: o HomePod, primeiro produto físico inédito da empresa em anos.

O novo dispositivo é um alto-falante inteligente que mescla funções de executar músicas com tarefas normalmente associadas com assistentes digitais domésticos e é a resposta da Apple para o crescente mercado aberto por Echo, da Amazon, e Home, do Google. O HomePod também funciona como ponto de controle central para todos os dispositivos inteligentes existentes na residência, e oferece informações e notificações por comando de voz.

Apesar dos paralelos óbvios com seus rivais, a Apple insiste que o foco do HomePod é qualidade musical, sendo primeiro uma caixa de som de alta fidelidade e, em segundo lugar, um assistente doméstico. Ele se integra com a plataforma Siri para fornecer o mesmo nível de inteligência já visto em outros dispositivos da empresa, mas foi desenvolvido para ocupar um lugar central em uma residência e pode se esperar uma forte integração também com o serviço Apple Music.

O HomePod chegará às prateleiras somente em Dezembro e seu preço é compatível com outros produtos da Apple: a elegância das formas, a qualidade do material e todo o peso associado com a marca da empresa tornaram o dispositivo bem mais caro que outros assistentes. Enquanto o Home está sendo vendido por US$129 e o Echo em sua versão mais comum sai por US$180, o HomePod tem um preço sugerido de US$349.

Os fãs do tablet da Apple não foram esquecidos e o iPad Pro ganhou uma nova versão durante o evento. Com uma tela de 10.5 polegadas, ele não é tão grande e tem a vantagem de ser mais fino, associada a um processador bem mais veloz e a mesma câmera de 12-megapixel do iPhone 7. Com foco no uso profissional, a Apple espera que os usuários o transformem em uma plataforma de trabalho e não de entretenimento ou consumo, um substituto do laptop tradicional, invadindo o mercado do Surface Pro, da Microsoft, e seguindo sua estratégia.

O iPad Pro também foi pensado para usufruir das vantagens do novo iOS 11, como maior velocidade em transferência e abertura de arquivos, recursos de arrastar e soltar documentos, entre outras facilidades para quem planeja empregar o tablet como ferramenta de trabalho. Após 13 trimestres seguidos de quedas nas vendas da linha iPad, a Apple espera reverter essa tendência em breve. O dispositivo móvel já está à venda, custando a partir de US$649.

O usuário profissional também é o foco do novo iMac Pro revelado na WWDC 2017. Saudado como o “mais poderoso Mac de todos os tempos”, o computador veio para revelar todo o potencial do macOS High Sierra em uma tela gigante de 27 polegadas com Retina 5K e especificações de cair o queixo. Ele traz um processador Intel Xeon de até 18 núcleos, placa gráfica AMD Radeon Vega, até 128GB de RAM e 42MB de cache, além de 4TB de SSD como armazenamento. Tudo isso, sem alterar o layout já conhecido do desktop.

Toda essa máquina não é pra qualquer um: o modelo mais básico sai por US$4.999 a partir de Dezembro nos Estados Unidos. A Apple brasileira confirmou que o computador será lançado também no mercado nacional, mas não revelou datas ou preços.

Você pode se interessar

Como enlouquecer os rastreadores de internet
Dicas
7 visualizações
Dicas
7 visualizações

Como enlouquecer os rastreadores de internet

Carlos L. A. da Silva - 18 de setembro de 2019

Track This é um experimento criado pelo time do Firefox que vai alterar completamente o perfil que os anunciantes tem de você.

A história de Amazônia, o primeiro jogo brasileiro!
Artigos
8 visualizações
Artigos
8 visualizações

A história de Amazônia, o primeiro jogo brasileiro!

Carlos L. A. da Silva - 17 de setembro de 2019

Como um programador iniciante criou um adventure clássico que atravessou décadas.

VIM (Amado ou Odiado?) // Dicionário do Programador
Vídeos
6 visualizações
Vídeos
6 visualizações

VIM (Amado ou Odiado?) // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 16 de setembro de 2019

Uma poderosa ferramenta, que dispensa apresentações, e vem sendo utilizada por muitas gerações de programadores.

Mais publicações

Promoções de Jogos do Final de Semana (13/09)
Notícias
10 visualizações
10 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (13/09)

Carlos L. A. da Silva - 13 de setembro de 2019
Como usar os novos atributos de link do Google
Dicas
11 visualizações
11 visualizações

Como usar os novos atributos de link do Google

Carlos L. A. da Silva - 11 de setembro de 2019