0 Compartilhamentos 601 Views

E3 2017: Confira tudo que aconteceu na PC Gaming Show

Em seu terceiro ano consecutivo, a conferência dedicada aos jogos de PC e organizada pela PC Gamer trouxe um parceiro diferente para a E3 2017: sai a AMD como patrocinadora e entra a Intel, acirrando a guerra fria entre as duas fabricantes.

De imediato, o evento apresentou a revelação da nova expansão para o jogo de estratégia XCOM 2. Com o nome de War of the Chosen, o DLC coloca o jogador diante de uma nova raça alienígena, muito mais ameaçadora que qualquer outra já vista. Confira:

Seguindo o mesmo formato de talk show dos outros PC Gaming Show anteriores, a conferência conversou com um dos desenvolvedores responsáveis por War of the Chosen, antes de continuar para a próxima revelação.

Ooblets é o novo jogo da Double Fine, responsável por Broken Age e Costume Quest, e ganhou seu primeiro trailer durante o evento:

Em contraponto à fofura do trailer anterior, foi a vez de robôs gigantes invadirem a PC Gaming Show com a ressurreição da franquia BattleTech em um novo jogo.

Um dos desenvolvedores subiu ao palco para explicar como funciona o título que simula a sensação de comandar pesadas máquinas de combate.

Logo depois, o evento continuou com um novo vídeo de Mount & Blade 2: Bannerlord, que havia sido anunciado inicialmente na PC Gaming Show do ano passado. A nova prévia se concentrou na jogabilidade e na violência dos combates medievais. Confira:

Mantendo o clima de guerra, foi a vez de um dos desenvolvedores de Total War: Warhammer II participar da conversa e apresentar uma nova prévia do título:

O card game gratuito Shadowverse teve uma expansão anunciada durante o evento, intitulada Wonderland Dreams:

Um representante da Intel também participou da conferência para apresentar os produtos da empresa, ocupando o lugar que pertenceu à AMD nas duas primeiras edições da PC Gaming Show. Em nome da Intel, ele agradeceu a comunidade de jogadores, aos desenvolvedores, aos streamers e todos aqueles envolvidos na indústria dos jogos eletrônicos.

A Intel revelou uma competição para desenvolvedores independentes, para incentivar a criação de novas experiências, de títulos inovadores. Os vencedores serão anunciados na conferência PAX East.

No campo dos e-sports, a Intel anunciou que se tornou a patrocinadora oficial e fornecedora de tecnologia para a liga internacional ESL e promoverá um grande campeonato, batizado de Grand Slam, com prêmio máximo de um milhão de dólares para o time vencedor.

Além disso, haverá também a Echo Arena, uma iniciativa da Intel para realizar competições multiplayer em Realidade Virtual… e gravidade zero! Uma demonstração de jogabilidade foi exibida durante o evento:

A PC Gaming Show prosseguiu com mais jogos, trazendo desta vez o trailer de Tunic:

PlayerUnknown’s Battlegrounds voltou a chamar atenção na E3 2017, com seu criador Brendan Greene fazendo sua segunda aparição no evento, depois de subir no palco da Microsoft no Domingo. Ele conversou sobre o sucesso do jogo e as mudanças que estão a caminho e um novo vídeo foi exibido:

A Tripwire Interactive marcou presença pela terceira vez na PC Gaming Show. Bill Munk, diretor criativo de Rising Storm 2: Vietnam, conversou sobre os desafios da produção de jogos e apresentou o trailer de um evento bizarro para Killing Floor 2:

O próximo jogo a ganhar destaque na conferência foi Forza Motorsport 7, que já havia sido anunciado durante a apresentação da Microsoft. Um dos desenvolvedores apareceu para explicar o que os jogadores podem esperar do novo título da franquia. Sea of Thieves foi o próximo jogo a ser comentado no palco, marcando a participação da Microsoft na PC Gaming Show deste ano.

The Last Light, que também estava presente na conferência da Microsoft, trouxe seu criador ao vivo para o evento, para explicar sua proposta.

A Bohemia Interactive, responsável pela franquia militar ArmA, apresentou um título completamente diferente de seus trabalhos anteriores:

Logo em seguida, foi anunciado o jogo Griftlands:

Lawbreakers, a próxima investida de Cliff Bleszinski, teve seu beta aberto anunciado. O jogo está em desenvolvimento há anos, ganhou destaque na PC Gaming Show do ano passado e agora está finalmente prestes a ser lançado, inclusive para PlayStation 4: 8 de Agosto é a data programada para chegar às lojas.

A conferência seguiu em frente, sem perder o ritmo, passando para WarGroove:

Dois desenvolvedores da Chucklefish Games, responsável pelo jogo, fizeram uma demonstração de jogabilidade ao vivo.

Middle-earth: Shadow of War apareceu no palco da PC Gaming Show com um de seus criadores e um novo vídeo de enredo foi exibido para a plateia:

Após uma conferência de pouco mais de uma hora e meia de duração, bem menor que os cansativos 200 minutos do ano passado, coube à Microsoft e o retorno de Age of Empires fecharem a apresentação em grande estilo.

Carregando...

Você pode se interessar

Por que eu decidi não migrar para o Windows 11 agora
Artigos
44 visualizações
Artigos
44 visualizações

Por que eu decidi não migrar para o Windows 11 agora

Carlos L. A. da Silva - 19 de outubro de 2021

O novo sistema operacional da Microsoft está entre nós, mas talvez não seja uma boa ideia pular de cabeça.

Enumerando e analisando mais de 40 implementações de JavaScript (que não são V8)
Artigos
192 visualizações
Artigos
192 visualizações

Enumerando e analisando mais de 40 implementações de JavaScript (que não são V8)

Carlos L. A. da Silva - 6 de outubro de 2021

V8 é o interpretador JavaScript, também chamado de máquina virtual Javascript, desenvolvido pela Google e utilizado em seu navegador Google Chrome. Com o peso de seus criadores e a quase onipresença do navegador, foi apenas uma questão de tempo para essa implementação do JavaScritp se tornar dominante no mercado. Entretanto, um bom desenvolvedor sabe que […]

Sir Clive Sinclair, o homem adiantado no tempo
Artigos
374 visualizações
Artigos
374 visualizações

Sir Clive Sinclair, o homem adiantado no tempo

Carlos L. A. da Silva - 18 de setembro de 2021

O inglês Clive Marles Sinclair nasceu de uma família de engenheiros. Seu avô foi engenheiro, assim como o seu pai. Com um talento natural pela Matemática e um forte interesse em eletrônica, ele se tornaria uma página importante da popularização da computação em diversas partes do mundo, construindo um legado que se perpetuará por anos […]

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

A cibersegurança por trás das vacinas
Artigos
471 visualizações
471 visualizações

A cibersegurança por trás das vacinas

Carlos L. A. da Silva - 7 de setembro de 2021
Top 25 comandos do Git
Artigos
608 visualizações
608 visualizações

Top 25 comandos do Git

Carlos L. A. da Silva - 28 de agosto de 2021
Dez anos de Kotlin: origens e futuro
Artigos
659 visualizações
659 visualizações

Dez anos de Kotlin: origens e futuro

Carlos L. A. da Silva - 20 de agosto de 2021