0 Compartilhamentos 180 Views

Exército de Robôs Invade Facebook

7 de novembro de 2011

Um deste
Quatro pesquisadores da University of British Columbia conseguiram criar socialbots capazes de se infiltrar no Facebook e coletar informações pessoais. Em apenas oito semanas, foi possível acessar mais de um milhão de perfis e coletar 250GB de dados. O objetivo da pesquisa é apontar vulnerabilidades na rede social.

Yazan Boshmaf, Ildar Muslukhov, Konstantin, Beznosov, e Matei Ripeanu criaram 108 contas falsas no Facebook através de programas específicos chamados de socialbots. Um “robô social” é capaz simular o comportamento humano dentro de uma rede social, postando atualizações em seu perfil, criando mensagens, publicando fotos coletadas na web e solicitando novas amizades. Ainda que o Facebook possua mecanismos supostamente capazes de bloquear a ação destes programas, os pesquisadores utilizaram ferramentas online disponíveis publicamente para quebrar CAPTCHA, definir fotos para o perfil e até postar mensagens automáticas.

Com apenas um operador controlando a rede de socialbots, foram realizados 8.570 pedidos de amizade, dos quais 3055 foram atendidos. Através da rede expandida, visualizando informações de amigos de amigos, foi possível ter acesso a mais de um milhão de perfis e informações privadas. A cada pedido de amizade aceito, o programa repetia a solicitação com os amigos da vítima, atingindo maiores chances de sucesso a cada tentativa. Segundo os pesquisadores, o sistema de segurança do Facebook conseguiu detectar apenas 20% das contas falsas, sempre a partir de denúncias de usuários desconfiados.

O resultado da pesquisa está disponível para consulta através do PDF “The Socialbot Network: When Bots Socialise for Fame and Money”. O documento fará parte da apresentação dos pesquisadores no próximo mês, durante a Annual Computer Security Applications Conference, na Florida.

O Facebook oficialmente nega a validade da pesquisa, sustentando que o IP da Universidade estava classificado como confiável em seu sistema. “Nós temos numerosos sistemas designados para detectar contas falsas e prevenir a coleta de informações”, declarou um representante da rede social. “Nós estamos constantemente atualizando estes sistemas para ampliar sua eficiência e responder a novas formas de ataque. Nós usamos pesquisas com credibilidade como parte do processo. Nós temos sérias dúvidas a respeito da metodologia da pesquisa realizada pela University of British Columbia e nós enviamos estas dúvidas a eles. Além do mais, como sempre, nós encorajamos os usuários a se conectarem apenas com pessoas que eles realmente conheçam e relatar qualquer comportamento suspeito que eles observem no site”.

.

Você pode se interessar

Promoções de Jogos do Final de Semana (20/09)
Notícias
6 visualizações
Notícias
6 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (20/09)

Carlos L. A. da Silva - 21 de setembro de 2019

Confira as melhores ofertas de jogos de PC para o final de semana.

Como enlouquecer os rastreadores de internet
Dicas
9 visualizações
Dicas
9 visualizações

Como enlouquecer os rastreadores de internet

Carlos L. A. da Silva - 18 de setembro de 2019

Track This é um experimento criado pelo time do Firefox que vai alterar completamente o perfil que os anunciantes tem de você.

A história de Amazônia, o primeiro jogo brasileiro!
Artigos
9 visualizações
Artigos
9 visualizações

A história de Amazônia, o primeiro jogo brasileiro!

Carlos L. A. da Silva - 17 de setembro de 2019

Como um programador iniciante criou um adventure clássico que atravessou décadas.

Mais publicações

VIM (Amado ou Odiado?) // Dicionário do Programador
Vídeos
7 visualizações
7 visualizações

VIM (Amado ou Odiado?) // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 16 de setembro de 2019
Promoções de Jogos do Final de Semana (13/09)
Notícias
11 visualizações
11 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (13/09)

Carlos L. A. da Silva - 13 de setembro de 2019
Como usar os novos atributos de link do Google
Dicas
11 visualizações
11 visualizações

Como usar os novos atributos de link do Google

Carlos L. A. da Silva - 11 de setembro de 2019