0 Compartilhamentos 633 Views

Mark Zuckerberg nega que possa concorrer à presidência dos EUA

25 de janeiro de 2017

Após longas semanas de especulações da mídia, Mark Zuckerberg foi taxativo sobre suas possíveis intenções para concorrer à presidência dos Estados Unidos em 2020: “não”.

O executivo revelou em entrevista para o site Buzzfeed que está completamente comprometido com o Facebook e sua iniciativa humanitária e fontes próximas a ele asseguram que a ideia de ingressar na carreira política não lhe passa pela cabeça.

Os rumores tomaram forma após uma cláusula descoberta em seu contrato de administração do Facebook, onde ficou previsto que o fundador da rede social manteria sua posição de liderança na empresa que criou mesmo na eventualidade de ocupar um cargo público. Foi o suficiente para iniciar uma onda de rumores, que pareciam ganhar forma com a nova meta de Ano Novo de Zuckerberg, que prevê uma turnê por dezenas de estados norte-americanos, a exemplo de uma pré-campanha eleitoral, e com a contratação de uma equipe para cuidar de sua imagem pessoal.

A edição de Janeiro da revista Vanity Fair chegou a indagar se Mark Zuckerberg poderia ser o próximo Presidente dos Estados Unidos, mas coube ao Buzzfeed fazer a pergunta diretamente ao executivo. Sua resposta foi bastante clara: “Não. Eu estou focado em construir uma comunidade no Facebook e trabalhando na Chan Zuckerberg Initiative“.

Uma fonte próxima ao executivo esclareceu que o CEO da maior rede social do mundo está satisfeito com sua atual posição: “para Mark, o Facebook é uma comunidade global que já exerce esse enorme papel nas vidas de bilhões de pessoas ao redor do mundo e desempenha um incrivelmente importante papel em moldar a base das questões que importam”.

A fonte consultada pelo Buzzfeed, que permaneceu anônima, garante que Zuckerberg está interessado em política, mas por outra perspectiva, e está preparado para batalhar pelo que acredita. “Mark pode escolher exercer um papel mais forte no sistema político e nos debates políticos”, mas através de sua posição como CEO do Facebook. E acrescentou que o executivo é um árduo defensor por uma “maior igualdade e otimização de pesquisas que encontrem curas para doenças e solucionar os problemas fundamentais de nossa época”.

Carregando...

Você pode se interessar

Rust é o futuro da infraestrutura JavaScript
Artigos
20 visualizações
Artigos
20 visualizações

Rust é o futuro da infraestrutura JavaScript

Carlos L. A. da Silva - 6 de dezembro de 2021

Lee Robinson explica como e por que o Rust está penetrando em cenários antes dominados pelo JavaScript.

Influenciadores digitais que não existem
Artigos
100 visualizações
Artigos
100 visualizações

Influenciadores digitais que não existem

Carlos L. A. da Silva - 2 de dezembro de 2021

Na era da pós-verdade, influenciadores que não são reais estão ganhando espaço para uma multidão que quer ser influenciada

Pais criam aplicativo de código aberto melhor que o da escola, mas a polícia é acionada
Artigos
231 visualizações
Artigos
231 visualizações

Pais criam aplicativo de código aberto melhor que o da escola, mas a polícia é acionada

Carlos L. A. da Silva - 23 de novembro de 2021

Aplicativo oficial do sistema educacional da capital Suécia era ruim demais, mas a lei é a lei...

Deixe um Comentário

Your email address will not be published.

Mais publicações

10 recursos HTML5 úteis que você pode não estar usando
Artigos
482 visualizações
482 visualizações

10 recursos HTML5 úteis que você pode não estar usando

Carlos L. A. da Silva - 6 de novembro de 2021
O Metaverso está vindo?
Artigos
544 visualizações
544 visualizações

O Metaverso está vindo?

Carlos L. A. da Silva - 1 de novembro de 2021
Por que eu decidi não migrar para o Windows 11 agora
Artigos
647 visualizações
647 visualizações

Por que eu decidi não migrar para o Windows 11 agora

Carlos L. A. da Silva - 19 de outubro de 2021