0 Compartilhamentos 373 Views 1 Comments

Mercado Livre declara guerra ao aumento do serviço de frete dos Correios no Brasil

27 de fevereiro de 2018

O Mercado Livre surpreendeu seus usuários nessa terça-feira com uma mensagem enviada por email, conclamando uma aliança contra o aumento do serviço de frete dos Correios no Brasil.

No manifesto, a empresa alerta sobre riscos para pequenos e médios comerciantes eletrônicos e inicia a campanha #FreteAbusivoNão contra reajuste que pode chegar a até 51% no valor das entregas realizadas pelos Correios.

De acordo com o Mercado Livre, o aumento excessivo não faz sentido em um cenário de inflação anual oficial de somente 3% e as novas tarifas podem acarretar em queda de vendas através da plataforma, subida de preços em mercadorias com a opção de frete gratuito e outros impactos para seus usuários. A carta aberta lembra também o fim do  e-Sedex e convida usuários a mostrarem sua indignação nas redes sociais.

Confira a íntegra da mensagem enviada por email:

No próximo dia 6, os Correios vão fazer uma entrega que ninguém quer receber. Vão entregar um aumento abusivo que pode chegar a até 51% no frete dos produtos a todos que compram e vendem pela internet.

Mas se a inflação do último ano foi em torno de 3%, como pode o aumento da taxa de entrega chegar a ser até dezessete vezes maior? Para dar uma ideia do abuso, este aumento fará o frete brasileiro ser 42% mais caro do que o da Argentina, 160% mais caro do que o México e 282% mais caro do que o da Colômbia (países em que também operamos).

Ao escolher repassar os custos da sua ineficiência operacional, os Correios causam um retrocesso na forma de comércio que mais cresce no mundo. Um retrocesso que impacta diretamente os pequenos e médios empreendedores, importante fonte geradora de empregos no Brasil. Só no Mercado Livre mais de 110 mil famílias têm as vendas no marketplace como sua principal fonte de renda. Além disso, essa medida vai prejudicar os mais de 50 milhões de consumidores que compram online no Brasil – principalmente aqueles que vivem em áreas distantes dos grandes centros. Para eles, o comércio eletrônico é muito mais do que uma comodidade. É uma necessidade.

Se o número de pessoas atingidas é grande, nosso barulho também deve ser. Venha com a gente e utilize a hashtag #FreteAbusivoNão em suas redes sociais. Espalhe no Facebook, Twitter, Whatsapp. Conte aos seus familiares e amigos. Apenas mostrando nossa insatisfação podemos pressionar os Correios a voltar atrás neste aumento abusivo.

Afinal, um comércio livre na internet só pode acontecer se o frete for justo.

Mercado Livre

 

Você pode se interessar

Promoções de Jogos do Final de Semana (20/09)
Notícias
6 visualizações
Notícias
6 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (20/09)

Carlos L. A. da Silva - 21 de setembro de 2019

Confira as melhores ofertas de jogos de PC para o final de semana.

Como enlouquecer os rastreadores de internet
Dicas
9 visualizações
Dicas
9 visualizações

Como enlouquecer os rastreadores de internet

Carlos L. A. da Silva - 18 de setembro de 2019

Track This é um experimento criado pelo time do Firefox que vai alterar completamente o perfil que os anunciantes tem de você.

A história de Amazônia, o primeiro jogo brasileiro!
Artigos
9 visualizações
Artigos
9 visualizações

A história de Amazônia, o primeiro jogo brasileiro!

Carlos L. A. da Silva - 17 de setembro de 2019

Como um programador iniciante criou um adventure clássico que atravessou décadas.

Mais publicações

VIM (Amado ou Odiado?) // Dicionário do Programador
Vídeos
7 visualizações
7 visualizações

VIM (Amado ou Odiado?) // Dicionário do Programador

Thais Cardoso de Mello - 16 de setembro de 2019
Promoções de Jogos do Final de Semana (13/09)
Notícias
11 visualizações
11 visualizações

Promoções de Jogos do Final de Semana (13/09)

Carlos L. A. da Silva - 13 de setembro de 2019
Como usar os novos atributos de link do Google
Dicas
11 visualizações
11 visualizações

Como usar os novos atributos de link do Google

Carlos L. A. da Silva - 11 de setembro de 2019